revista helisul

Linha de Transmissão

Linhas de Transmissão

Compartilhe esse post

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on email

Saiba como funciona a montagem e inspeção de linhas de transmissão de energia de alta tensão 

Comandante Alexandre Schlischting destaca os desafios de atuar no ramo de serviços aéreos especializados 

A montagem e inspeção de linhas de transmissão de energia são dois serviços aéreos especializados oferecidos pela Helisul Aviação. Tarefas que exigem alta expertise das equipes envolvidas em cada processo. De acordo com o Comandante Alexandre Schlischting, piloto que atua na área de inspeção de linhas de transmissão de energia, geralmente, o helicóptero atinge o limite operacional, devido ao peso extra dos equipamentos. 

Tudo começa, claro, na construção de linhas de transmissão de alta tensão. Nessa etapa, o uso da aeronave para ajudar a construir as linhas reduz em até 50% o tempo de execução, o que permite a entrega da obra antes do previsto para o cliente. A Helisul possui mais de 100 mil horas de voo transportando pessoal, além de cargas e materiais como madeira, ferragens, cabos e concreto. 

Os desafios da inspeção

Após ser construída, as linhas passam a ser inspecionadas periodicamente, a fim de detectar problemas que possam causar o desligamento das linhas, como para-raios danificados e problemas com a fibra óptica. “O voo é realizado na altura das linhas em baixa velocidade e em toda a extensão da torre, para que os inspetores possam visualizar as estruturas eventualmente danificadas”, disse o Comandante Alexandre Schlischting. 

A equipe é formada por quatro integrantes: o piloto e o operador de equipamentos especiais da Helisul, além de dois inspetores do cliente contratante. Para ajudar na revisão, a equipe utiliza um equipamento de filmagem de alta tecnologia, no qual a vistoria da área é gravada em HD. Essa inspeção detalhada pode ampliar a imagem em até 162 vezes, detectando, facilmente, desgastes, oxidações e quebras nas linhas de transmissão de energia. Além disso, as imagens também são georreferenciadas, podendo identificar o local exato da filmagem. 

A rotina de trabalho exige muita preparação, já que trata-se de uma atividade de risco. “O dia começa respondendo um questionário para garantir que estamos bem para o voo. Depois, iniciamos a preparação do helicóptero e fazemos o checklist de pré-voo, verificando se a aeronave está apta para a decolagem. Após um briefing de segurança e da missão com todos os integrantes, realizamos o planejamento para ver quais linhas faremos, onde serão os abastecimentos, alimentação e pernoite”, explica Schlischting.

Segundo o piloto, na maior parte do tempo, o helicóptero sobrevoa muito próximo às torres e às vegetações, tendo cuidado com os cruzamentos das linhas de transmissão. Em muitas ocasiões, as linhas também estão localizadas em terrenos de difícil acesso, grandes serras e ventos fortes, o que dificulta a perícia no local. 

Carreira na aviação

O Comandante Alexandre Schlischting tem quase 20 anos de experiência na aviação e tem muitos motivos para comemorar. Em junho de 2021, ele completará 10 anos de Helisul. Formado em Processamento de Dados e Economia, o comandante resolveu realizar um sonho de criança em 2001, depois de muito tempo trabalhando no escritório. “Decidi mudar de ramo por ser apaixonado por aviação. Anteriormente, era executivo em uma multinacional brasileira no setor de tecnologia. Na Helisul, tive a oportunidade de realizar diversos voos, como combate a incêndios, filmagens, voos para autoridades e voos de segurança pública. Uma oportunidade profissional incrível”, finaliza. 

+ 0
AERONAVES
+ 0
COLABORADORES
+ 0
BASES PELO BRASIL

COM Nº 7901-01/ANAC | COA Nº 2003-04-0CEO-01-02

© Copyright 2021  – Helisul Aviação todos os direitos reservados